A presença do setor metroferroviário e da AEAMESP no 21º Congresso da ANTP

Aproximadamente 1.400 técnicos, especialistas, pesquisadores, autoridades das três esferas de governo e empresários participaram no período de 28 a 30 de junho de 2017, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo/SP, do 21º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito e da X Exposição Internacional de Transporte e Trânsito, eventos promovidos pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP). O encontro, de caráter bienal, havia sido realizado uma única vez na capital paulista, em 1995.

O presidente da ANTP, Ailton Brasiliense Pires, afirmou estar satisfeito com o resultado do 21º Congresso, assinalando que, apesar das dificuldades impostas pela situação econômica, houve pleno êxito quanto ao conteúdo técnico e aos debates.

Transporte como direito social. A AEAMESP apoiou institucionalmente e esteve presente em diferentes sessões do 21º Congresso. O vice-presidente de Atividades Técnicas, Dionísio Gutierrez, representou a AEAMESP no painel que debateu  os cinco pontos da proposta de Construção de Pacto da Sociedade pelo Transporte como Direito Social.

Essa proposta foi formulada pelo Instituto MDT (Instituto do Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade para Todos), entidade da qual a AEAMESP foi uma das organizações fundadoras, e que congrega movimentos sociais, trabalhadores, profissionais liberais, especialistas e empresários em favor da qualificação do transporte público e da redução sustentável  do preço das tarifas. Clique aqui e veja o documento do Instituto MDT debatido no painel.

O engenheiro e atual conselheiro da AEAMESP Plínio Assmann, fundador da ANTP,  moderou a sessão comemorativa dos 25 anos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e participou como debatedor na sessão que focalizará os 50 anos da Companhia do Metropolitano de São Paulo. Representando a AEAMESP, o engenheiro e consultor Pedro Benvenuto moderou a  sessão que discutiu a Lei de Mobilidade Urbana nos aspectos referentes aos sistemas metroferroviários

O conselheiro consultivo Emiliano Affonso foi um dos expositores da sessão que discutiu a Frente Parlamentar em Prol do Transporte Metroferroviário (FTRAM), da qual participou também o deputado João Caramez, presidente da FTRAM. A conselheira Haydee Svab, engenheira civil e fundadora do Grupo de Estudos de Gênero/Escola Politécnica da USP, participou de oficina que tratou do tema da ética de gênero no planejamento de sistemas de mobilidade urbana.

Entidades metroferroviárias. A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e seus associados participaram de um debate sobre padrões tecnológicos para viabilizar o setor metroferroviário como negócio; a sessão reuniu Roberta Marchesi, superintendente da ANPTrilhos e moderadora do debate;  Hamilton Trindade, gestor de atendimento da CCR Metrô Bahia; Paulo Sérgio Meca, diretor de Engenharia do Metrô de São Paulo e de Oberlan Moreira Calçada, diretor de suprimentos da SuperVia.

O presidente da ANPTrilhos, Joubert Flores foi um dos debatedores do painel intitulado Espaço de cada modo de transporte e sua integração e apresentou o papel do transporte metroferroviário de passageiros para a mobilidade urbana.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (ABIFER), Vicente Abate, parabenizou a ANTP pelos 40 anos e também pela realização de um congresso de conteúdo muito forte, com exposição positiva do setor metroferroviário. Ele lembrou que a ABIFER também completará 40 anos em 2017, no dia 8 de agosto. Destacou ainda a importância para o setor da Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP, cuja 23ª edição acontecerá no próximo mês de setembro.

PUBLICAÇÕES E, EM BREVE, AS APRESENTAÇÕES

O superintendente da ANTP, Luiz Carlos Mantovani Néspoli, informou que as apresentações referentes às 60 sessões expositivas e de debates (painéis e oficinas) – das quais 15 diretamente relacionadas com temas concernentes ao setor metroferroviário, estarão disponíveis dentro de alguns dias na biblioteca virtual, no site da ANTP (www.antp.org.br).  Também estarão disponíveis os 256 trabalhos técnicos selecionados para o encontro, dos quais 20 abordando como aspecto principal assuntos referentes a sistemas de transportes sobre trilhos.

Neste 21º Congresso, ANTP promoveu uma sessão comemorativa dos seu 40 anos de atividades, com a participação de personalidades marcantes na trajetória da entidade, em especial, do engenheiro e atualmente conselheiro da AEAMESP Plínio Assmann, ex-presidente do Metrô-SP e fundador da ANTP. Na ocasião, foi lançado o livro ANTP 40 Anos. Sonhar  ainda é preciso, que traz, entre outros, o texto A ANTP e os metrôs brasileiros, de autoria do engenheiro e consultor Peter Alouche. Clique aqui  e baixe a edição virtual do livro.

Também foi apresentado no encontro o livro Mobilidade humana para um Brasil urbano, igualmente editado pela ANTP, que reúne 150 experiências práticas em transporte urbano, incluindo dados a respeito do setor metroferroviário nos últimos anos. Clique aqui e baixe a edição virtual deste outro livro.