Matéria do Valor Econômico mostra resultado da licitação da Linha 5 – Lilás e da Linha 17 – Ouro e adianta que grupo vencedor quer outras linhas do sistema

O jornal Valor Econômico traz matéria relatando que o grupo liderado pela CCR venceu a disputa pela Linha 5 – Lilás e Linha 17 – Ouro, em monotrilho, do Metrô de São Paulo.

A CCR ofereceu R$553,9 milhões, ágio de 185% sobre a outorga mínima. O único concorrente, o consórcio liderado pela CS Brasil, ofertou R$ 388,5 milhões, um ágio de 99,9%. O leilão foi encerrado porque a diferença entre as propostas ficou acima de 15%.  O Grupo CCR foi fundado em 1999 e atua nos segmentos de concessão de rodovias, mobilidade urbana, aeroportos e serviços.

Outras oportunidades. O presidente  da Divisão de Mobilidade Urbana da CCR, Leonardo Vianna também apontou ao jornal outras possibilidades no próprio sistema de trilhos da Região Metropolitana de São Paulo: Linha 8 – Diamante e Linha 9 – Esmeralda, já implantadas, e a Linha 13 — Jade, em fase final de obras, que conectará o Aeroporto Internacional de Guarulhos à rede de trilhos metropolitanos – todas da CPTM. Ele mencionou ainda como possibilidades as eventuais concessões da Linha 12 – Safira, da CPTM e da Linha 15–Prata, em monotrilho, esta, pertencente ao Metrô de São Paulo. O executivo disse ao jornal que a CCR quer entrar em disputa de ativos prontos para operar, sem obras.

Veja a matéria